Moustache Coffee House

Standard

20120108-233741.jpg

20120108-233754.jpg

20120108-233803.jpg

20120108-233817.jpg

20120108-233824.jpg

O Moustache é um café moderno e cosmopolita que fará as delícias de qualquer apaixonado por cafés e pela atmosfera reconfortante de uma cafetaria. O edifício com dois pisos debruçado sobre a Praça Carlos Alberto foi recuperado de forma a criar um equilíbrio na dualidade da relação aberta com o exterior e o recolhimento intimista no interior. Pode-se entrar, chegar ao balcão e simplesmente pedir um café para levar, ou optar por ficar e desfrutar relaxadamente do ambiente de uma coffee house com estilo, chic e confortável ao mesmo tempo, resultado de uma combinação perfeita de café, música, leitura, arquitectura e design.

O espaço apresenta um aspecto vanguardista mas simultaneamente acolhedor, da autoria de Paulo Lobo, misturando elementos arquitectónicos originais como o chão em madeira e as vigas no tecto entre os dois pisos, com paredes cruas em betão, confortáveis poltronas azuis e a iluminação intimista dos candeeiros de pé, pormenores decorativos que geram uma agradável vontade de, simplesmente, estar. Um local digno de qualquer capital europeia, onde se pode acompanhar um espresso, capuccino ou latte com boa música, livros e internet wireless, ou mesmo para uma refeição ligeira. Lá dentro ou na agradável esplanada.

Moustache Coffee House
Praça Carlos Alberto 104, Porto
http://www.moustache.pt
Seg-Qua 8:00-20:00, Qui-Sáb 8:00-2:00, Dom 14:00-20:00

Design: Gabinete de Paulo Lobo

DESIGN/CAFÉ, CHIC-COOL

About these ads

6 pensamentos sobre “Moustache Coffee House

  1. Leonor

    O espaço é realmente muito giro e acolhedor embora eu tenha um pequeno/grande reparo a fazer. Num estabelecimento de arquitectura e decoração superior espera-se que a qualidade dos produtos servidos também o sejam, mas não!
    Paguei por uma infusão 1.40€ e foi-me servido uma pequena caneca onde só vinha metade de agua e o pacotinho era do Pingo Doce!
    Caros senhores, espera-se melhor!

  2. Isabel

    Aqui no Porto tudo é assim Cara Leonor!!!!
    Os espaços são lindos, mas a qualidade deixa muito a desejar!!!
    Tentamos imitar grandes capitais, Madrid, Paris, até Lisboa aonde os conceitos vingam, mas vencem pela mentalidade aberta das pessoas, as pessoas do Norte só sabem destruir o que de bonito há…

  3. Rita

    Bom dia.

    Gostei Realmente do espaço e acho o serviço fantástico.

    Sou cliente assídua e pontual, principalmente na hora do almoço para o expresso que é excepcionalmente bom.

    Leonor e Isabel em relação aos vosso comentários e visto que percebem imenso sobre chás e do conceito deixo-vos uma pequena nota que podem encontrar em qualquer pacotinho de chás ” 200ml de agua aproximadamente a 100º centígrados. Deixar repousar 2-3 min antes de servir” .

    Aposto que a caneca mencionada tem aproximadamente isso. E se Pagou1,40€ pela Infusão não pagou o espaço, a Internet e a musica, pagou mesmo só o chá.

    Se Portugal não evolui é por causa de pessoas com mentalidades arcaicas que pensam que os Portugueses copiam e tem de copiar pelos estrangeiros para terem produtos e serviços de qualidade.

    Se as pessoas conseguirem entender que é preciso, e cada vez mais, ter uma mentalidade aberta e experimentar e deixar com que haja novos conceitos e novos serviços qualquer dia temos uma grande cadeia tipo ‘ Starbucks’ mas totalmente portuguesa.

    É preciso é ter mente aberta e não nos agarra-mos a conceitos e preconceitos.

    • Leonor

      Cara Rita,

      Em 1º lugar deixe-me dizer-lhe que ainda não teve tempo de ser cliente habitual, o espaço é novo e ir lá meia dúzia de vezes não a torna frequentadora assídua (mas é apenas e unicamente a minha opinião e espero que não melindre com ela!)

      Relativamente ao facto de eu perceber ou não de chás, o que está em causa não é a forma como este me foi servido (já agora agradeço a o facto de ter lido as instruções por mim) mas sim a qualidade do produto que me foi servido!! Certamente que a menina não gosta de comprar uma camisola numa loja elegante, confortável e que pensa que lhe oferece a maior qualidade até porque o preço assim o indica e vai-se a ver e o fornecedor é o Chinês da Varziela!

      Esse sim é realmente o espírito de “Xico-Espertismo” do bom Povo Português que tenta sempre vender gato por lebre para tentar ganhar a curto prazo continuando arcaico como diz.

      Ainda e para finalizar deixe-me também dizer-lhe que a “abertura de mentes” e experimentação de novos conceitos é fundamental mas não se esqueça que estamos em Portugal e que ser um bocadinho cioso da nossa qualidade fará certamente com que os que vêm de fora vão satisfeitos e voltem com mais vontade!

      O preconceito está na forma tendenciosa de as pessoas acharem que o que é belo não tem de ser necessariamente de qualidade e repito: Qualidade de produtos neste espaço não há!!

      • Rita

        Boa noite.

        A qualidade aposto que foi um lapso pois ainda hoje tomei um chá de Maçã e Canela da Lipton, sinceramente não sei como isso lhe aconteceu mas…

        Qualidade sinceramente não falta, pelo que eu vejo não e acho ficou com uma muito má impressao mas tambem não vou ser eu que lhe vou mudar de opiniao.

        Gosto do conceito e sim, sou cliente habitual porque já esta aberto a quase 1 mês e foram poucas as vezes que não lá fui visto que trabalho mesmo na porta do lado.

        Já agora faço publicidade e se precisar de bijuteria made in Portugal tem uma bela loja na Praça.

        Espero que nao leve a mal o meu comentario mas esse tipo de comentarios são para ser feitos na hora e no estabelecimento de modo a que se possam ser corrigidas as coisas e para que não fiquem com má impressao sem necessidade.

Os comentários estão fechados.