Oficina

Standard

Não é uma oficina, não é uma galeria de arte, não é um restaurante. É um projeto cultural.  Oficina é a perfeita combinação entre a arte e gastronomia. Recebendo-nos desde logo com uma provocação: Fuck art, let’s eat inscrito com letras em neon vermelho, obra do artista Filipe Marques. Depois com uma sala de jantar moderna, marcada pelos tons quentes das mesas e cadeiras num cenário industrial, com chão, paredes e tetos a respeitar as origens do edifício. Um projeto de recuperação harmonioso do arquitecto Rodrigo Patrício, complementado pelo bom gosto do designer Paulo Lobo. E finalmente com uma comida tradicional portuguesa, tratada com requinte sem perder a sua essência reconfortante.

Oficina é um projeto do galerista Fernando Santos, um dos pioneiros do quarteirão das artes da Miguel Bombarda, cujo conceito assenta na arte como complemento da gastronomia. Assim, este espaço conta com a participação de artistas plásticos  juntamente com a cozinha de sabores nacionais elaborada com o respeito e a simplicidade característicos do chef Marco Gomes, que por cá dispensa apresentações e deixava saudades desde que encerrou o seu Foz Velha. No andar de cima há uma esplanada com vista para uma instalação de Pedro Cabrita Reis. Um projeto original e irreverente, convenientemente localizado no art district, que certamente se tornará um ícone da cidade quando se fala de gastronomia de eleição, arte contemporânea e uma boa seleção de vinhos.

////

It’s not a workshop, it’s not an art gallery, it’s not a restaurant. It’s a cultural project. Oficina is the perfect combination between art and gastronomy. Receiving us right away with a provocation: “Fuck art, let’s eat” written with red neon letters, a work of the artist Filipe Marques. Then with a modern dining room, with the warm tones of wood tables and chairs in an industrial setting, keeping the floors, walls and ceilings respecting the origins of the building. An harmonious recovery project of the architect Rodrigo Patrício, complemented by the good taste of the designer Paulo Lobo. And finally with a traditional Portuguese food, treated with refinement without losing its comforting essence.

Oficina (“workshop”) is a project of Fernando Santos, an art gallery owner that was one of the pioneers of the art district of Miguel Bombarda, whose concept is based on art as a complement to gastronomy. Thus, this space counts on the participation of plastic artists together with the cuisine of portuguese flavors created with the respect and simplicity characteristic of the chef Marco Gomes – who by the way needs no presentation and is missed since he closed his former restaurant Foz Velha. Upstairs there is an esplanade overlooking an installation of Pedro Cabrita Reis. An original and irreverent project, conveniently located in the art district, which will surely become a city icon when it comes to gastronomy, contemporary art and a good selection of wines.

OFICINA arte・gastronomia
Rua Miguel Bombarda 273-282
+351 220 165 807 / +351 936 712 384 | reservas@oficinaporto.com
Seg/Mon 19:30–23:00, Ter-Sáb/Tue-Sat 12:30–15:00 . 19:30–23:00
Preço médio/Average price: 40€ jantar/dinner, 20€ almoço/lunch
Chef: Marco Gomes | Cozinha: portuguesa de autor
www.oficinaporto.com

images from here

Advertisements

4 thoughts on “Oficina

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s